Projeto Jabuti Edu presente no Arduino Day

No dia 1º de Abril, a EJR–Robótica Educacional esteve na PUCRS em Porto Alegre juntamente com os parceiros da Qiron Robotics  participando do evento Arduino Day (Um evento mundial em celebração ao aniversário de criação da plataforma Arduino). Parceria esta que se fez presente com o robô Beo e a Plataforma Jabuti Edu. No dia da “mentira”, parece mentira tudo o que se pôde ver no local. Saímos maravilhados com tantos projetos, aprendizagens, troca de experiências e é claro muita criatividade, tecnologia e ousadia!

Jabuti Edu na Educação Infantil: O primeiro contato com a escola

O ano de 2016 começou com grandes desafios para mim. Primeiramente mudar de cidade e depois começar a trabalhar na Educação Infantil com uma faixa etária encantadora, mas que até então nunca havia trabalhado, a não ser no estágio da faculdade. Pois bem, depois de vir morar em Dois Irmãos/RS fui convidada a assumir uma turma que estava ingressando na Escola de Educação Infantil, turma do NA1, crianças de 4 anos, que pela Lei nº 12.796/2013 a partir deste ano tornou-se obrigatória a sua matrícula. Inicialmente foi uma mudança considerável já que, desde 2004 trabalhei com turmas de 4º e 5º ano.

Mas, passado o susto inicial e o processo de adaptação das crianças à escola, que por sorte de principiante foi bem tranquilo, começou uma nova preocupação: Como inserir essas crianças em um ambiente escolar, em que pudesse ser aproveitado toda a sua espontaneidade e ao mesmo tempo lhes desafiassem a pensar sobre suas ações? E ainda, como proporcionar uma aprendizagem significativa, sem deixar de ser lúdica e prazerosa?

As crianças quando vêem para a escola já estão imersas pela tecnologia, no entanto, estas são utilizadas na maioria das vezes apenas para sua distração e assim acabam reproduzindo futuras gerações alienadas e sem perspectivas. Sabendo que é na educação infantil que a maioria das crianças tem o primeiro contato com a escola, penso ser este, o lugar por onde se deva começar a estimular o pensamento destes pequenos.

Foi aí que, o Projeto Jabuti Edu começou a fazer parte das nossas aulas, pois com ele as crianças estão aprendendo questões fundamentais para seu desenvolvimento, sem deixar de brincar e se divertir.

O projeto começou no segundo semestre do ano corrente, em uma turma que é composta por 15 crianças, sendo 4 meninos e 11 meninas. As aulas acontecem a cada quinze dias, respeitando o calendário da escola e tem uma duração média de 50 minutos. Além do próprio corpo e do Jabuti também são utilizados materiais complementares de acordo com a proposta do plano.

Mesmo com pouco tempo, os resultados obtidos já superaram as expectativas, pois as crianças estão se localizando espacialmente melhor, compreenderam com maior clareza as noções de tempo e espaço, como: perto e longe; dentro e fora. Motricidade fina e ampla; Velocidade: rápido e devagar; Imaginação; Expressão e Linguagem oral; E principalmente as crianças estão pensando “sobre”, levantam hipóteses, deduzem, refletem e argumentam. E tudo isso, acaba refletindo em casa, pois vários pais vieram perguntar: “Quem, ou o que era esse robô Jabuti que os filhos tanto falam”. Além é claro da expectativa que as crianças ficam para o próximo encontro.

Continuamos com nossos encontros e compartilharemos aqui nossas descobertas e aprendizagens!

Graziele Martins

“ É no brincar, e talvez apenas no brincar, que a criança ou o adulto fluem sua liberdade de criação”. Winnicott

Projeto Jabuti Edu no FISL17

Durante os quatro dias do Fórum Internacional Sofware Livre 17, o Projeto Jabuti Edu esteve presente na área destinada à Mostra de Tecnologias Sociais. Foram momentos incríveis de observar olhos curiosos e mãos prontas para dar comandos… O Projeto atraiu não só os olhos brilhantes das crianças que gostam de ver o robô andando e, sem receio logo queriam comandá-lo, mas também adultos inquietos para saber um pouco mais sobre o Projeto.

Além das demonstrações feitas por jovens que participam do Projeto de Robótica Educacional Livre, também tivemos a contribuição da doutoranda Patrícia Fernanda da Silva, que apresentou a palestra: Jabuti Edu: desafios da lógica da programação com crianças de 4 e 5 anos. Por meio de uma experiência realizada com crianças da faixa etária citada, Patrícia demonstrou que é possível aliar o uso das tecnologias de maneira a contribuir para o desenvolvimento das crianças, utilizando a robótica de forma lúdica e divertida para os pequenos.

Tivemos ainda, a oficina: Robótica Educacional com Jabuti Edu, ministrada pelos integrantes da comunidade: Marcos Antonio Rufino do Egito e Enoque Calvino Melo Alves. Nesta oficina foi feita uma breve apresentação do Projeto e em seguida passou-se para a demonstração de seu funcionamento. Sendo que um dos momentos chaves da oficina foi a “Roda de Conversa” que se formou após as demonstrações, pois foi alí que os participantes puderam tirar suas dúvidas e dar sugestões. Oportunidade de integração e compartilhamento do conhecimento!

O FISL17 chegou ao fim… Foram muitos momentos de troca, interação, cooperação e aprendizado que permearam nossos dias. Dias estes que ficaram na saudade, mas que acima de tudo nos motiva a aprender mais, para que no próximo ano possamos apresentar novas experiências, trocar com nossos pares, e aprender muito com todos aqueles que assim como nós buscam compartilhar o conhecimento. Além é claro de rever os amigos e estar de espírito Livre para acolher os novos colaboradores que se sentiram instigados a conhecer o nosso Projeto. Até o FISL18!

 

Projeto Jabuti Edu presente no TcheLinux Novo Hamburgo/RS

O Projeto Jabuti Edu esteve presente durante a Mostra de Robótica Livre, no qual o Fab Lab Liberato apresentou diversos projetos. A Mostra foi realizada no dia 25 de junho de 2016, durante o Seminário de Tecnologia em Software Livre TcheLinux, na Faculdade FTEC Novo Hamburgo.

Além dos participantes do Seminário, estudantes e visitantes da Faculdade puderam conhecer o Projeto e participar de algumas demonstrações. Além da Jabuti, o módulo Exercitium chamou atenção de todos, de crianças à adultos.